quinta-feira, 3 de agosto de 2017

80º dia - Destino Willows - Califórnia (USA)

Dia 15 de julho de 2017.

Acordei cedo (finalmente) pois tinha que chegar na cidade de Chico e tentar sensibilizar o pessoal  da concessionária BMW a mexer na minha moto ainda hoje, senão só na terça-feira .

Aqui nos EUA as concessionárias de moto fecham no sábado de tarde e só reabrem na terça-feira, segundo me explicou o pessoal que trocou o pneu da minha moto ontem.

Fui para a estrada e fiquei pensando, naqueles primeiros minutos, qual seria o motivo que eu não conseguia um chip pré-pago para o meu celular, e então caiu a ficha.

Claro, norte-americano conhece só uma meia dúzia de marcas de "cell phone".

Primeiro Iphone, segundo Iphone, terceiro Iphone, quarto Samsung e depois, bem depois mesmo, vem Sony, Motorolla, etc e só.

O resto é bomba.

Asus??? Por experiência própria, eles simplesmente desconhecem a marca e, sem ao menos se darem ao trabalho de abrir o celular para ver se o "slot" aceita o chip deles, dizem que não tem SIM Card para o celular.

Por isso que nas cidades de Presídio e Alpine (Texas) e mais recentemente na cidade de Centralia (Oregon), não obtive exito em conseguir o tão desejado Prepaid SIM Card.

Foi quando me lembrei que havia trazido de casa, lá no fundo da bolsa amarela que transporto em cima do banco, um Samsung S4 Mini, como backup. Se por qualquer motivo meu Asus estragasse eu botava o S4 Mini no serviço novamente.

Tracei então minha estratégia: assim que possível iria parar em uma loja da Best Buy, que também vende chips pré-pago e apresentaria meu cell phone Samsung - quero ver como será a reação do atendente.

Saí então às 07:15 do hotel e, após alguns quilômetros rodados na I-5, peguei a Highway 99 com destino à cidade de Chico.

É muito bom pilotar por essas estradas secundárias, porquê elas passam por uma infinidade de cidades pequenas e pequenas propriedades (fazendas), além do que a velocidade máxima permitida nessas rodovias é menor, então você obrigatoriamente vai curtindo cada detalhe ao longo da estrada. O único porém é que se faz menos quilômetros por dia, mas tendo tempo disponível vale a pena, vale cada quilômetro rodado.

Cheguei às 08:40 na concessionária e o mecânico, vendo a moto carregada, veio imediatamente falar comigo.

Eu, ansioso por ter o problema resolvido, tentei explicar para ele qual o mal que me afligia, ou melhor, qual o mal que afligia a Azulona.

Usei todos meus conhecimentos de inglês e espanhol (que aqui na Califórnia também vale) mas o que ele entendeu mesmo foi o meu domínio da mímica: apontei para a suspensão dianteira da moto manchada de óleo.

Bom, o sujeito olhou para a suspensão da Azulona, começou a falar e apontou pra dentro da oficina. Entendi que ele podia fazer o serviço, só não consegui entender quando. Se faria hoje, sábado, ou só a partir de terça-feira.

Aí perguntei para ele se o serviço podia ser feito hoje, senão, eu me dispunha a ficar na cidade até o serviço ser executado.

Ele disse que sim, hoje mesmo seria feito, porém tinha outros serviços na frente, e eu teria que esperar.

Sem problemas amigo, espero o tempo que for preciso. Olhei nas imediações da concessionária e vi que havia restaurantes, fast-food, um "Mall", além do que a concessionária disponibilizava Wi-Fi para os clientes.

Pronto, não preciso de mais nada para esperar.

Descarreguei a bagagem da moto, levei tudo para dentro da concessionária, troquei de roupa (coloquei uma bermuda, chinelo de dedo e camiseta) e me instalei em uma poltrona, com direito a ar condicionado - a coisa tinha sido melhor do que eu esperava.

Me "espraiei" pela concessionária.



Tinha lá fora uma BMW da Califórnia Highway Patrol (CHIPs) aguardando manutenção. 

Quem não lembra do seriado CHIP's, dos anos 70?? Com os patrulheiros John Baker e o Frank Poncherello. As motos daquela época eram outras (Kawasaki), mas o símbolo da corporação continua quase igual. 





Bons tempos, né?


Perto das 13:00 fui almoçar em um Burger King, pertinho dali. Foi quando cheguei à conclusão que estou ficando viciado em bacon. No café da manhã, desde que entrei nos EUA, eu escolho sempre a opção que tenha bacon, no almoço também, tem que ter bacon. No Canadá não foi diferente e agora, quando entro em algum fast food, seja para tomar café da manhã ou almoçar, já vou logo procurando  qualquer coisa que tenha bacon.

Nos dias que não consumo bacon me dá tremedeira. Quando voltar ao Brasil vou ter que procurar um grupo de apoio aos BA.

O serviço na moto só foi começar lá pelas 14:00 e já era passado dás 17:00 quando finalmente ficou pronto. A mão de obra aqui nos EUA é muito cara: o conserto da moto custou USD 450,00 sendo que só de mão de obra foi mais de USD 300,00. Mas enfim, a partir de agora não tinha mais nada que me preocupasse em termos de manutenção, a partir de agora é só abastecer e seguir viagem.

Mais uma concessionária que vale a pena ser recomendada. Me deram todo o apoio que eu precisava, pediram mil desculpas por eu ter que esperar aquele tempo todo pela execução do serviço e ainda me deram uma camiseta de brinde na hora de ir embora.

Então, segue abaixo o link e as coordenadas dessa concessionária.

BMW of Chico (Ozzie's BMW Center)

Coordenadas: N39° 45.610' W121° 50.605'

 Ás 17:30 saí com destino à cidade de Willows, cerca de 50 km ao leste de onde eu estava. Tinha aproveitado o tempo de espera para reservar um hotel nessa cidade, onde cheguei às 18:15.

Amanhã seria o dia de cruzar a cidade de San Francisco,  passando pela famosa Golden Gate Bridge e descer a, também famosa, Lombard Street, uma ladeira em ziguezague que já apareceu em inúmeros filmes e seriados americanos.

Rodei hoje 171 km.
Coordenadas do hotel: N39° 31.480' W122° 11.637'

6 comentários:

  1. No aguardo da continuação dos relatos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Rogério.

      Estou no Brasil e a moto foi despachada, via marítima, de Miami para Montevideo. Tão logo possível foi atualizar o blog relatando o trecho rodado da Califórnia para a Flórida.
      Obrigado

      Excluir
  2. Boa tarde, qual a situação da viagem no momento, reparei que parou com os relatos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde.

      Estou no Brasil e a moto foi despachada, via marítima, de Miami para Montevideo. Tão logo possível foi atualizar o blog relatando o trecho rodado da Califórnia para a Flórida.
      Obrigado

      Excluir
  3. Boa tarde,
    Muito legal ler sobre esta tua viagem.
    Aguardo a parte final.

    A propósito:
    Certamente, ainda não li algumas partes/dias. Mas que tal a Correia Dentada na Transmissão secundária ? Qtos Km vc conseguiu com ela ??
    Abç,
    Marcelo Maia
    Porto Alegre

    ResponderExcluir
  4. Belíssima trilha, amigo Coimbra!! No aguardo da conclusão do relato e quiçá o livro da aventura. Abraço do Magoo!

    ResponderExcluir